Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/dermatologistaca/public_html/adm/includes/adodb/drivers/adodb-mysql.inc.php on line 349
Dermatologista Campo Grande MS |Dra. Daniela Rodrigues

BLOG

Rosácea

Você já viu alguém com a face bem avermelhada, principalmente nas bochechas, nariz, testa e queixo? Isso pode ser ROSÀCEA. A rosácea é uma doença inflamatória crônica que afeta principalmente os adultos após os 30 anos de idade, sendo mais frequente nas mulheres. A causa é desconhecida. Predisposição pessoal e alterações gastrointestinais também podem ter participação na causa da doença.
Alguns alimentos podem piorar o quadro em alguns pacientes (café, bebidas alcoólicas, picles, pimenta e molhos quentes), além de frio e calor intenso, exposição solar e estresse.
A doença atinge principalmente a região central da face. O quadro inicia-se por vermelhidão, a princípio transitória, mas que depois torna-se persistente. Com a progressão, surgem também pequenos vasos sanguíneos dilatados, lesões avermelhadas e elevadas e pontos amarelos, que parecem espinhas, daí a denominação acne rosácea, pela semelhança com a acne.
Em alguns pacientes podem ocorrer alterações oculares inflamatórias, como conjuntivite ou inflamação da córnea, pálpebra e íris.
Tratamento: É uma doença de curso crônico e não existe um tratamento que a elimine definitivamente, mas ela pode ser mantida sob controle. Deve-se evitar os fatores que provocam a sua exacerbação, como: frio intenso, sol e os alimentos citados no início do texto, caso se perceba que pioram o quadro.
O tratamento inclui o uso de antibióticos por via oral até se obter a melhora, quando a dose deve ser diminuída gradativamente. A manutenção pode ser feita com medicações específicas, de uso local. 
Aplicação da luz intensa pulsada também pode ser utilizada para o tratamento das pessoas que apresentam apenas a vermelhidão (eritema). Em geral, são necessárias algumas sessões para se obter um melhor resultado.
Existem diagnósticos diferenciais importantes como a acne e o Lúpus Eritematoso Sistêmico, a Sarcoidose, entre outros, por isso o diagnóstico deve ser feito por um dermatologista.
A indicação do tratamento adequado e a sua duração vai depender da intensidade de cada caso, devendo ser definida pelo médico dermatologista.

 
VOLTAR
Daniela Rodrigues Dermatologia © 2015.